Linhaca - mitos, verdades e acabando com os espertinhos

Você pode estar fazendo tudo errado….mais não se preocupe. A culpa não é sua!


Nesse post vamos abordar diversos pontos importantes sobre um grão que cada vez mais tem espaço na nossa lista de compras. Quase todo mundo pelo menos uma vez na vida já comeu ou pelo menos passou perto da Linhaça, seja ela dourada ou marrom. Agora vamos ensinar vocês a escolher, comprar e comer este alimento tão poderoso para nossa alimentação.


Vamos ainda mais além...vamos ajudar você a não ser enganado(a) ao comprar a linhaça!


....


Muitas vezes, por simplesmente estar na moda, comemos algo sem nos darmos conta que pode existir uma forma correta de utilização de certos alimentos. A linhaça é um perfeito exemplo disso. Por esse motivo vamos mostrar tudo aqui de uma forma tranquila para você já sair aplicando por aí nas suas próximas compras ou receitas..


Depois de ler esse post pedimos que leia e dissemine a informação para acabar com os espertinhos que enganam os consumidores por aí (eu mesma já fui enganada - por isso a revolta)


Tipos de linhaça

Existem basicamente 2 tipos de linhaças. Eis os tipos:


Marrom

  • Aprox.: 22% de proteínas e 44% óleos

  • Casca mais grossa e dura

  • Sabor mais grosseiro

Dourada

  • Aprox.: 29% de proteínas e 43% de óleos

  • Casca mais fina

  • Sabor mais suave


Grãos x Farinha

Até aí está fácil. Agora dentre estes dois tipos eles podemos encontrar a linhaça de duas formas. Na forma de grão ou na forma de farinha. Eis as peculiaridades de cada tipo:

Grão

  • Colhida nessa forma e vendida em pacotinhos ou a granel;

  • As camadas que envolvem o grão não podem ser digeridas pelo estômago e portanto o alimento NÃO é aproveitado pelo organismo;

  • Pode ser armazenada mais facilmente para ser triturada ou consumida assim mesmo;

  • Nutrientes e óleos graxos ficam armazenados dentro do grão (camadas super resistentes);

  • Pode ser moída em casa para melhor aproveitar os nutrientes. Ao ser moída em casa a farinha deve ser consumida imediatamente; e

  • O processo de estabilização (que já vamos explicar) não pode ser feito em casa.

  • Mais barata em relação à farinha.


Farinha

  • Feita através da trituração ou moagem;

  • Melhor aproveitada pelo organismo pois os nutrientes que estavam presos dentro do grão são totalmente liberados na farinha;

  • Armazenamento sensível que deve ser feito de maneira correta e apropriada para manter as propriedades nutricionais;

  • Os óleos graxos da farinha de linhaça quando em contato com o oxigênio começam a ficar rançosos e oxidar. Tal situação torna a farinha inadequada para o uso;

  • A farinha fica inadequada para o consumo em 24 horas caso esteja armazenada em condições não ideais ou tenha sido preparada utilizando um processo inapropriado;

  • A farinha portanto deve ser estabilizada, durante seu processo de moagem, para manter-se pronta para o consumo a qualquer momento. Tal processo é feito somente, por enquanto, em indústrias especializadas; e

  • Mais cara em relação ao grão.




Linhaça estabilizada

O processo de estabilização térmica da linhaça é um processo tecnológico extremamente complexo que existe, nesse caso, para garantir a presença dos óleos graxos da linhaça mesmo após a sua moagem.


Importante frisar novamente que a farinha que NÃO é estabilizada dificilmente manterá seus nutrientes por mais de 24 horas.


Isso significa que ao comprar farinha de linhaça em mercados ou lojas de produtos naturais, a granel ou em pacotes transparentes pode ser uma perda de dinheiro.


Você pode estar comprando uma farinha sem nenhum valor nutritivo.


Geralmente as farinhas estabilizadas estão MUITO BEM identificadas. Até por que tudo isso ainda é um processo caro.


Nem vamos chegar aqui ao ponto de falar que os estabelecimentos comerciais podem estar enganando seus clientes. Muitas vezes eles até desconhecem estas informações.


Entretanto podemos culpar sim os fabricantes de farinha. Estes muitas vezes fazem o processo de moagem, separam os óleos e gorduras da linhaça e vendem esta parte para fabricantes de cosméticos e empresas do tipo.


O consumidor que gosta de comer a farinha de linhaça, nestes casos, já compra a farinha pobre e é o que mais sofre.


Portanto, agora sabendo como consumir ao certo estes produtos procure apenas fornecedores idôneos e que garantam que a farinha é estabilizada. No caso de consumir o grão ou moê-lo em casa atente apenas para os cuidados que já dissemos nesse post.


.......


Bom pessoal é isso, se vocês tem qualquer questão é só entrar em contato conosco seja por aqui, pelo facebook ou pelos nossos telefones.

E...Não deixem de acompanhar nossa série de predições saudáveis para 2016.

Mês passado falamos do "poder do tédio" em nossas vidas!!!



Em destaque
Post recentes
0

© 2014 por Minimercado QDC - Questão de Comida. Aviso legal da empresa.

Ponta Grossa - PR. Rua Alberto Torres, 76 - Vila Estrela - CEP 84040-190 - como chegar

Telefones: (42) 3323-7710 ou (42) 99954-5344