Nem tudo e crise no setor de alimentos - Episodio 3

Estamos vivendo uma revolução nos alimentos...e aí você já está nela??

.......

Revolução Alimentos

- Indústrias de alimentos anunciam quedas anuais de 60% nas vendas (Kraft em 2014);

- Demissões em multinacionais de alimentos chegam à 17% (Kellog em 2014)

- Fastfoods de junk food estão correndo como nunca atrás de alternativas para conseguir mais clientes;

- Começaram a servir fruta na sobremesa do Mcdonalds!!! Desanimador (até para quem é saudável) mais já um começo.

..................

Esse é o Episódio 3 da série de Predições saudáveis para 2016. Todo mês (especificamente na última sexta-feira) damos uma nova predição do que consideramos ser uma tendência para esse ano. Esse ano já falamos das bactérias no intestino e do DETOX Digital (o poder do tédio).

Tudo isso de uma forma descomplicada e extremamente simples para você entender, discutir e já começar a aplicar no seu dia-a-dia.

Afinal de contas, se você está lendo este POST é porque se interessa por uma vida melhor não eh??!! Vamos prosseguir....

.......................

Mais será que tudo isso é sinônimo de CRISE???

....Possivelmente está longe de ser crise.

Bem, quem quiser enxergar estes números como sinais de crise talvez precise abrir um pouquinho mais os olhos…

A verdade é que os números do mercado de alimentos industrializados e dos fastfoods estão caindo pelo fato do consumidor estar optando por outros tipos de produto…

As coisas foram acontecendo mais ou menos da seguinte forma:

tinhamos os cerais matinais de flocos de milho - eles dominavam o “reino do café da manhã” pois tinham “11 vitaminas e sais minerais”. Em outras palavras eram “saudáveis”;

Cereais Matinais