O poder do tédio - episódio 2

“Eu pensei, NOSSA, como isto aconteceu? Minha atenção e meu foco foram embora”...


Um caloroso olá para todo mundo este é o Blog do QdC em seu segundo episódio da série “Predições saudáveis para 2016”. Uma série que começou em janeiro e vai até dezembro e que trará um novo assunto toda última sexta-feira de cada mês.


No primeiro mês falamos sobre o poder do intestino e das bactérias que lá vivem. Este mês o assunto é Detox Digital. Pesquisamos inúmeros pontos sobre o assunto e estamos aqui para trazer tudo para você de uma forma clara, consisa e prática para ajudar no nosso dia a dia. A ideia aqui é ajudar a você começar a desenvolver um novo bom hábito ou ainda se livrar de um mal nesse ano de 2016.


.....


A frase do começo deste POST é de Tanya Goodin, ex-diretora de uma agência de marketing que para libertar-se de algumas limitações na sua vida criou seu próprio spa DETOX.


Em um determinado momento da carreira, Tanya se vangloriava de ser multi-tarefa, de utilizar vários aplicativos e viver conectada. O que ela não percebeu é que tudo isso estava acabando com sua capacidade de concentração….


Percebendo o erro que estava cometendo e com a intenção de MELHORAR de vida Tayna largou tudo e hoje esta a frente da “é tempo de desconectar-se” (http://www.itstimetologoff.com/). A empresa ajuda as pessoas a melhorarem suas vidas através de um DETOX Digital. Isto é, mais tempo offline.


.......


A verdade é que muitos de nós estamos viciados. Viciados em ocupar a cabeça. Seja com joguinhos, conversas, vídeos engraçados e socializações!


Um teste: quer saber porque não tem tempo para nada?

Some todo o tempo "online" e veja se não está exagerando. Talvez a resposta esteja aí!


....


Muitos de nós realmente achamos que somos multi-tarefas e conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo. A verdade é que NÃO SOMOS. Dizer que somos multi-tarefa é mentira.


Estudos da área mostram que demoramos um período de tempo até realmente estar concentrados em uma tarefa. Além disso, esse tempo é diferente para cada tipo de pessoa. Se estamos fazendo muitas coisas ao mesmo tempo temos vários tempinhos destes entre as alternâncias entre uma tarefa e outra.


O resultado, sem querer se pessimista, é desastroso a longo prazo.


Perdemos em produtividade e perdemos em qualidade de realização!!!



E isso se acentua quando adicionamos à todas as tarefas do dia-a-dia, o tempo no celular, nas redes sociais, nos joguinhos, etc..


......um exemplo

Estamos fazendo uma planilha, abrimos redes sociais….

voltamos à planilha e lembramos que queremos trocar de carro…

voltamos à planilha e o telefone toca...

lá se vai a manhã!!

......


O pior é que não precisamos nos esforçar muito para que nossas manhãs sejam dessa forma.


E, como todos aqui querer melhorar de vida (certo?!) precisamos mudar algumas coisas nessa rotina…! Caso contrário pereceremos em uma vida morna! Uma chatisse só!


....


No fundo sabemos que gastamos tempo de mais com besteira mais não fazemos nada para mudar. Típico de um vício né?! Mais como dizem nas reuniões dos AA o primeiro passo é reconhecer o problema.


Antes que sejamos chamados de saldosistas, hipócritas e antes de discutir os problemas do assunto que deixemos claro alguns pontos:

  • Não somos contra a tecnologia;

  • Não estamos criticando ninguém; e

  • Também extrapolamos o tempo conectados ao celular!

.....


O tédio como ele é. Entendendo como funciona...


Para entender o porquê fazemos tudo isso, é interessante saber um pouco mais sobre o tédio.


Basicamente somos feitos para sobreviver. Somos feitos para responder à nossos instintos. Nosso corpo e mente sabem e estão sempre aprendendo a se proteger sozinhos.


Com o passar dos anos, sobreviver, no sentido literal, tem se tornado mais fácil.


Em outras palavras a vida tem ficado cada vez mais tranquila para todos nós . Pelo menos mais fácio quando o assunto são as necessidades básicas de sobrevivência.


Os primeiro indícios registrados de tédio foram na idade média.

Nessa época tédio era um luxo de poucos que já estavam com a vida ganha. O restante do povo tinha que trabalhar, plantar o que comer e ralar muito para sobreviver.


Os tempos foram evoluindo e hoje muitos de nós ainda têm que continuar a trabalhar duramente para ganhar dinheiro. Entretanto dificilmente sentimos fome ou temos nossas vidas constantemente ameaçadas por um predador.


O resultado: um tédio generalizado como explica Peter Toohey autor de “Boredom, a Lively History” (em tradução livre: Tédio, uma História Viva).


(......


Até a cabeça dos mais conformados está constantemente procurando instintivamente algo para se ocupar. Candy Crush por exemplo é tão viciante justamente por isso. O joguinho une os efeitos das cores no nosso cérebro com a constante resolução de pequenos problemas.

Hipnose e distração ao mesmo tempo. Uma combinação viral.



......)


Empreendedores, artistas, cantores e poetas são entediados por natureza. É do perfil deles estarem descontentes com as coisas e procurarem inovações.


O que acontece é que:


Ao mesmo tempo que músicos compões canções belíssimas, muitos também se matam (Kurt Cobain)...

Ao mesmo tempo que empreendedores criam objetos fantásticos, muitos deles têm períodos de aparente loucura (Steve Jobs)...

Ao mesmo tempo que poetas fazem maravilhas com as palavras, muitos deles são drogados e viciados….


Por isso o nome deste post é “O poder do tédio”...


Tédio, nesse contexto é uma faca de dois gumes.


O tédio pode nos estimular a fazer coisas novas e criativas. Entretanto se temos expectativas muito altas ele também pode nos deixar infeliz.



Voltando ao raciocínio inicial é como se estivéssemos sempre tentando “sobreviver”. Estamos constantemente fugindo do tédio assim como fugiríamos de um leão faminto.


....e para completar tudo: entram em cena as modernidades e a vida digital!



Problemas evidentes


Nosso smartphone é um atalho para fugir no tédio.


Ficamos constantemente preocupados em não ficar entediados. Afinal, isso é da nossa natureza.


Quando começamos a sentir que vamos ficar entediados retiramos o celular do bolso. O celular virou um refúgio. Até passar as pastas do celular é mais interessante que fazer NADA.


Além da falta de tempo, outros problemas sérios acontecem quando não ‘desligamos’ e insistimos nos hábitos improdutivos e multi-tarefa!


Ocupamos a cabeça para fugir do tédio e automaticamente não temos tempo de procurar por inovações ou coisas criativas para fazer. Esté é o âmago da questão.


Ao fugir do tédio perdemos a chance de ser bons músicos, bons poetas, bons empreededores e boas pessoas!


Até o casamento precisa de inovação e para inovar precisamos ter a cabeça desocupada.


O que preocupa é que tudo isso não é muito diferente dos vícios de comida, cigarro ou bebida. Vícios que muitas vezes abominamos.


....



Valores míopes


Como sabemos, o mundo contemporaneo conspira para que estejamos conectados a maior parte do tempo.

Vivemos ouvindo e já estamos internalizando o conceito de que "conectados estamos melhores".



Nesse meio tempo cuidamos demasiado das vidas alheias e esquecemos de cuidar de nós mesmos. Esquecemos de nos descobrir.


Estudar as outras pessoas, acompanhar hangouts e estar conectado passou a ser sinônimo para melhorar de vida.

Vários cursos online por aí vendem essa ideia.


Tudo isso é muito útil, mais NÃO é a única solução.


No meio de todo esse “estudo”, precisamos estar atentos para não fazer comparações erradas entre o que está sendo mostrado e a nossa realidade. Caso as coisas se misturem podemos sentir inveja disfarçada, sentir ansiedade ou querer coisas demais.


Queremos as coisas deles.

...Queremos ser como eles.

...Queremos falar com eles.

...Queremos escutar ele.

...Queremos ostentar como eles.


...e tudo isso cria uma espectativa ENORME dentro de nós.


Sabendo que (segundo Sérgio Cortella):


FELICIDADE = REALIDADE - ESPECTATIVA


Então querer coisas demais nos deixa infelizes.

Achar que somos igual aos outros nos deixa infelizes.

Nos conhecer pouco, também nos deixa infelizes.


Querer coisas demais pode tornar momentos que antes eram felizes em momentos de felicidade rasa.


E, ligando novamente os pontos, a consequência de estar a todo momento conectado, analisando a vida das pessoas, pode trazer tudo isso à tona.



Desintoxicando...


Ainda não inventaram um aplicativo para ser feliz…..


Sabendo então que precisamos de FOCO, da CRIATIVIDADE e do AUTO-CONHECIMENTO para conseguir as coisas que queremos....

Sabendo também que uma vida online exagerada pode estragar tudo isso....


Então sabemos também que o tédio tem poder!!!

Poder para nos ajudar com nosso objetivos.


....


Faça alguns testes interessantes e vai ver que sua vida pode melhorar muito…


A) Fique 30 dias sem TV (já que o celular é também uma ferramenta de trabalho);

ou ainda...

B) Dedique 15 minutos por dia para pensar sobre você mesmo. Deixe qualquer tecnologia longe e tente NÃO se comparar com ninguém durante esse tempo. Apenas analise você. FIQUE ENTEDIADO! Perceba como interpreta as coisas, como enxerga suas conquistas e sonhos ou quando se sente feliz. Aqui você pode descobrir que felicidade para você pode ser muito diferente dos momentos felizes daquela pessoa que você segue no facebook.

C) Medite de vez em quando.

D) Agradeça todo dia por coisas pequenas da sua vida e não busque 100% do tempo ser igual à alguém. Use a vida online para melhorar você, não criar comparações!


e o mais importante...


E) Desative TODAS as notificações do seu celular! AGORA MESMO e sem desculpas!! 98% da mensagens não precisam ser vistas em tempo real!


Faça estes exercícios e meça sua produtividade, suas realizações e sua felicidade. Dificilmente sua felicidade vai diminuir….


E você? Que ações tem feito em seus momentos de DETOX Digital? Que resultados tem conseguido?

Comente conosco, compartilhe e mantenha sempre os #bonshábitos


Até a próxima...


Em destaque
Post recentes
0

© 2014 por Minimercado QDC - Questão de Comida. Aviso legal da empresa.

Ponta Grossa - PR. Rua Alberto Torres, 76 - Vila Estrela - CEP 84040-190 - como chegar

Telefones: (42) 3323-7710 ou (42) 99954-5344